Notícias > Basquetebol

2015-01-16

Sub14 masculinos iniciram participação no Nacional

Listar >

Depois da excelente prova das fases inicias do distrital, superando todas as expectativas e superando-se a si mesmos, os Sub 14 masculinos GDG/Conceito Família iniciaram, no sábado, dia 9 de janeiro, a sua participação no Campeonato Nacional.

A calendarização ditou que na primeira jornada tivesse lugar a recepção da equipa Sub14 masculina do Guifões. Apesar da atitude e do empenho, do esforço final para "vender" caro o resultado (72-80), os Sub14 masculinos do GDG não conseguiram superar a maior experiência e vantagem física do adversário.
Apesar da derrota e de algum desalento pelo empenho demonstrado e pelo esforço despendido para conseguirem um resultado positivo, a verdade é que fica a imagem de uma equipa de lutadores, de batalhadores, que raramente desanima, demonstrando um atitude digna e um respeito enorme pelo emblema que representam. Mais jogos virão.

«Entrámos demasiado permissivos na defesa, sendo ultrapassados, com demasiada facilidade, nas situações de 1x1, com dificuldades para parar o primeiro e drible, sem que as ajudas funcionassem. Nas transições para o ataque complicámos o que parecia fácil, demorando muito tempo a chegar ao ataque e precipitando, por vezes, a sua conclusão .Apesar de não termos efectuado uma boa entrada terminámos o 1º período a perder por apenas 1 ponto de diferença. No 2º período conseguimos ser mais eficazes defensivamente, o que nos permitiu fazer alguns contra-ataques, embora sem a eficácia que desejaríamos. Mesmo assim conseguimos virar o resultado a nosso favor e ao intervalo vencíamos o jogo por 2 pontos. Após o descanso, durante o 3º e 4º períodos, tivemos problemas acrescidos para resolver. Para além da forte defesa a todo campo imposta pelo Guifões, por vezes com situações 3x1 sobre o jogador da bola que fomos resolvendo (embora complicando muitas vezes o que parecia fácil por pecarmos no excesso de drible) surgiu-nos o problema do ressalto defensivo. Sofremos a maioria dos pontos através de segundo, terceiros e até quartos lançamentos, em que muitas vezes ficámos a ver o adversário saltar sozinho. Era evidente para todos a diferença de peso e estatura das duas equipas, mas não nos pode servir de desculpa. Temos de lutar mais, temos de ganhar todas as bolas que forem ao chão, reagir mais rápido do que os adversários. No final do 3º período e inicio do 4º deixamos fugir o jogo. Estivemos a perder por 16 pontos. No entanto ainda tivemos força para ir atrás do resultado e não fosse a precipitação na finalização de alguns bons movimentos no ataque e algumas perdas de bola (só no último minuto foram quatro) poderíamos ter encostado mais o resultado, discutir de outra forma o jogo e, quem sabe, até vencer. Temos contudo de corrigir o que fizemos mal, e nunca desistir de lutar pelo melhor resultado sem no entanto abdicarmos nunca dos nosso princípios.» (treinador Salvador Silva)

GDG/Conceito Família: Diogo Secundino, Eduardo Lopes, Miguel Lucas, João Gil, Ricardo Fernandez, Rúben Gomes, Hugo Viegas, Tomas Carvalho, Yosvani Culanda, Pedro Bola, Gabriel Rouxinol

Listar >

Publicidade