Notícias > Basquetebol

2014-12-04

Sub14 femininas: a invencibilidade dura sempre?

Listar >

As Sub14 femininas GDG/Jacipeixe conquistaram o primeiro lugar no grupo distrital, garantiram o acesso ao campeonato nacional, mantendo fortes expectativas quanto à realização da fase final do distrital na Gafanha da Nazaré. Para este feito contribuiu nova vitória, desta vez em Ovar, frente à Ovarense por uma margem muito dilatada (51-90).
Deste modo, as Azulinhas do GDG Basquetebol permanecerem invencíveis desde o início das competições (Fase I e II) desta época, sendo legítima a aspiração da renovação do título distrital.

Apesar do sucesso total até à data, não tem sido fácil o percurso, com um ou outro "susto" pelo caminho. Mas há ainda que acrescentar outra nota muito importante: as Sub14 femininas do GDG Basquetebol vão ganhar sempre? A resposta é directa, mas repartida. Primeiro... Vão. Vão ganhar sempre porque é dessa forma que o grupo encara os jogos em que participa e é em função desse objectivo que a equipa trabalha, com o seu treinador José Pires, durante a semana. Segundo... Não, não vão. Porque há-de surgir um jogo menos conseguido, o desgaste físico, a falha de concentração, uma ou outra lesão, e, obviamente, um adversário mais forte. E nessa altura a habitual alegria dará, com toda a naturalidade e normalidade, lugar aos rostos mais fechados; mas nunca à tristeza. Porque no desporto, nomeada e concretamente no basquetebol, a dignidade e a virtude desportivas residem, fundamentalmente, no saber ganhar e no saber reconhecer os desafios que uma derrota nos apresenta: mais trabalho, mais entrega, o mesmo gosto pelo basquetebol.

Para já... invictas. Daqui para a frente, na mesma invictas na atitude, na dignidade e no empenho. O resto... é um mero jogo de basquetebol; um perde o outro ganha.

O jogo frente à Ovarense, uma equipa fisicamente muito forte, com atletas altas, poderia significar dificuldades acrescidas para as Sub14 femininas do GDG Basquetebol. Mas as azulinhas souberam contornar esse obstáculo e vencer o jogo de forma expressiva, conforme refere o treinador José Pires.

«Deslocámo-nos à cidade de Ovar para aí defrontarmos a equipa da Ovarense, equipa com jogadoras muito altas, num campo tradicionalmente difícil. Entrámos melhor na partida e conseguimos uma vantagem que foi aumentando com o decorrer do jogo. Fomos, em síntese, competentes, mais em termos ofensivos do que propriamente defensivos. Mantivemos um ascendente sobre o adversário praticamente durante todo o jogo; por isso a vitória e, por isso, o dilatar do marcador. Alcançámos em definitivo o primeiro lugar do nosso grupo. A equipa está de parabéns!»

GDG/Jacipeixe: Kristina Klimovska, Matilde Costa, Beatriz Cruz, Mariana Pires, Inês Xavier, Beatriz Silva, Carolina Gonçalves, Chloé Matos, Edra Borges, Maria Tavares, Maria Inês Oliveira e Maria Ventura.

Listar >

Publicidade