Notícias > Basquetebol

2014-10-06

Sub19 femininos "sacodem" desaire anterior

Listar >

Volvida uma semana após o atípico e surreal jogo frente ao Galitos e que ditou a derrota das Sub 19 femininas do Grupo Desportivo da Gafanha Basquetebol, a equipa voltou a encontrar a tranquilidade necessária para provar o seu valor e regressar às vitórias.

A segunda jornada do Campeonato distrital da ABA, 2014-2015, colocou frente-a-frente as Sub19 femininas do GDG basquetebol e a equipa do ADESCU Vagos.
A jogar em casa e querendo rapidamente esquecer o tropeçar no início do campeonato, as Sub19 femininas venceram claramente por 61-43 as suas adversárias.
O resumo do jogo pela análise e auto-crítica do treinador Hélder Silva.

«Neste Sábado recebemos a nova equipa da ADESCU (ex Colégio Calvão) para o primeiro jogo oficial em casa. Após a derrota da última semana, queríamos dar uma resposta positiva e começar a somar perante uma equipa que não permite distracções, pese embora a sua juventude. A ADESCU Vagos é uma equipa irreverente e que não permite desleixos. O início, foi isso mesmo: pouco intenso defensivamente e deixámos que o relógio andasse sem que conseguíssemos reagir positivamente. Nunca estivemos na frente e, pese embora a apatia defensiva, andámos sempre a 4 pontos no máximo. No 2º período acordámos definitivamente. Tivemos uma outra atitude positiva na defesa, fomos mais rápidas nas transições e com as opções correctas no ataque fizemos um parcial de 9-0 e outro de 12-00, o que sentenciou o jogo e nos permitiu geri-lo de outra forma (18 pontos de vantagem e estarmos cerca de 10 minutos a sofrer só um cesto de campo). No reinício da segunda parte, a equipa manteve a dinâmica e mais um parcial de 09-00 leva o jogo para os 22 pontos. Era a oportunidade para começarmos a gerir fisicamente a equipa e testar outras situações de jogo. No último período, jogou-se a fase mais incaracterística e menos bonita do jogo, mas mesmo assim, nunca baixámos dos 13 pontos de vantagem até ao resultado final. Voltámos a ter uma boa percentagem de lançamentos de campo e de lances livres, mas o que destacamos foi os cerca de 50 ressaltos ganhos no jogo, sem permitir segundos lançamentos e conseguindo na tabela ofensiva muitos pontos fáceis. Fomos competentes na maior parte do tempo e esta vitória veio sacudir um pouco a nossa ansiedade, pelo que nos resta trabalhar bem para o próximo compromisso, também em casa com a Ovarense.»

O treinador Hélder Silva convocou para este encontro as atletas Carolina Marques (4); Vitalina Pinto (10); Rita Vieira (4); Tânia Costa (10); Diva Sarabando; Cláudia Lima (3); Joana Fernandes (11); Rafaela Reis (12); Ana Costa (2); Andreia Peixoto (2) e Rita Mendes (2).

Listar >

Publicidade